Nada a Perder 2 usa lente para “viajar no tempo”

 

Nesta quinta-feira (15), o longa-metragem Nada a Perder 2 estreia nos cinemas de todo o Brasil para mostrar situações polêmicas enfrentadas pelo Bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus.

Um dos grandes desafios dessa superprodução é levar o público de volta ao passado e contar a história com a maior veracidade possível. Para isso, o diretor de fotografia, Pedro Cardillo, revela o cuidado que teve nas gravações: “Este filme tem um aspecto muito interessante, é uma história tão poderosa que é maior do que a vida. É tão épica que precisava ser enquadrada de uma forma diferente, por isso, buscamos as lentes anamórficas, que trabalham um aspecto panorâmico, que já coloca o espectador em outro mundo”.

Situações difíceis, como o caso em que um pastor da Igreja Universal agrediu a imagem de uma santa católica, o desabamento do teto de um templo em Osasco e os inúmeros processos judiciais do Bispo, serão retratadas em Nada a Perder 2.

“Além de ser uma história incrível, o filme é narrado visualmente de uma forma muito poderosa, de uma maneira que os filmes nacionais não costumam fazer”, conta Pedro Cardillo deixando expectativa ainda maior para o filme inédito de um dos títulos mais famosos no cinema nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *